sexta-feira, 26 de outubro de 2012

TESTEMUNHO DE MILAGRE, TESTEMUNHO DE MILAGRE NA VIDA DO PEQUENO RAVEL MIGUEL ARAÚJO





TESTEMUNHO DE MILAGRE, NA VIDA DO PEQUENO RAVEL MIGUEL ARAÚJO

Caros leitores e amigos da revista Vitória Magazine, é com muita felicidade que quero compartilhar com todos os leitores este lindo testemunho que DEUS proporcionou a minha família em especial ao meu filho Ravel Miguel Araújo da Silva que tinha apenas 6 (seis) anos quando o fato ocorreu.
      Era a primeira semana de Janeiro de 2012, quando ao voltar para o meu trabalho depois das festas de final de ano, no dia 6 (seis) de janeiro meu filho Ravel começou a passar mal com vômitos e fortes dores abdominais e febre resolvemos então , eu (Elhildes Araújo) e o pai (Adalberto Miguel) socorrer a criança para a emergência pediatra do Hospital Vasco Lucena em Recife-PE, onde a médica que o atendeu disse que era apenas uma "VIROSE"  ao sairmos do hospital fomos comprar os remédios que ela havia passado para cuidar da suposta "VIROSE", só que ao chegar em casa Ravel ao invés de melhorar piorou o quadro, começou a vomitar mais ainda e não conseguia andar , quando foi na segunda - feira dia 9 (nove) de janeiro levamos ele para o Hemope onde ele também é acompanhado lá por ser portador de HEMOFILIA - A, quando chegamos no SPA do HEMOPE, o Drº Alexandre o examinou e passou logo uns exames de sangue, urina, raio-X e uma ultra-som de urgência pois suspeitava de uma crise de (Apendicite ) só que o Hemope é interligado com o Hospital da Restauração (HR) para realizar os exames de rio-X e o de ultra-som porém quando chegamos lá no HR as duas máquinas estavam quebradas e o horário prevista para voltar a funcionar era que as 16:00h voltaria ao normal, voltamos ao Hemope e falamos com o Drº Alexandre e comentamos com ele que o nosso filho também tinha plano de saúde e que se fossemos lá na emergência pediatra conseguiríamos a realização dos exames que faltava para o diagnóstico correto. Ao chegarmos na emergência pediatra do Hospital Vasco Lucena a médica nos atendeu e repassou todos os exames que o DRº Alexandre havia solicitado no Hemope e pasmem gente quando Ravel fez a ultrassonografia acusou uma apêndice estrangulada com o intestino infeccionado, foi uma correria só, colocaram Ravel em observação na enfermaria enquanto providenciava o apartamento e o médico pediatra chegasse para avaliar ele , foi quando chegou o Drº Paulo Vilela e a Drª Kátia Medeiros ambos cirurgiões pediatra e veio conversar comigo e com o pai e nos informar que Ravel estava com uma apendicite já no estado bem avançado e que já havia criado uma metástase na barriga e que só uma cirurgia resolveria a situação da criança foi quando eu disse a eles que Ravel era portador de Hemofilia "A" , dai eles acharam por bem transferir Ravel logo para o apartamento e deixar ele a base só de soro e antibióticos e foram estudar o caso dele pois eles nunca tinham realizado uma cirurgia de apendicite em uma criança Hemofílica para eles seriam o primeiro caso.
    

Quando no dia seguinte a Drª Nazaré chefe dos médicos do hospital foi pela manhã no quarto em que nós estávamos perguntou como Ravel se encontrava e me informou que a cirurgia dele não poderia passar de hoje dia 10 (dez) de janeiro e que as 17:00h iria dar início aos procedimentos cirúrgicos em Ravel com os médicos Drº Paulo Vilela e Drª Kátia Medeiros, quando o relógio marcou 17:00h meu coração acelerou a ansiedade aumentou e na frente de Ravel tendo que dizer que estava tudo bem e que iria ficar tudo bem, pois para quem não sabe a Hemofilia é uma alteração genética e hereditária, caracterizada por um defeito na coagulação do sangue. - No livro de salmos 23,6 diz:" Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida, e habitarei na casa do SENHOR por longos dias" , colocamos a roupa em Ravel e o levamos juntos com o maqueiro numa cadeira de rodas e ao chegarmos no bloco cirúrgico com o meu coração apertado e a fé bem provada mais ainda a esperança permanecia firme, foi quando o Drº Paulo Vilela me pediu que eu adentrasse pela sala ao lado a sala dos médicos e enfermeiros e trocasse de roupa e fosse com eles para a sala de cirurgia pois para Ravel me ver entrar com ele deixaria ele mais calmo, fiz o que o médico pediu troquei de roupa e entrei com Ravel na sala de cirurgia , mas... ALELUIA, GLÓRIA A DEUS... queridos quando entrei naquela sala segurando o choro e levando meu filho na cadeira de rodas o médico me pediu que eu o pegasse nos braços e o colocasse em cima da mesa de cirurgia e me despedisse dele dando um beijo em sua testa , naquele exato momento me veio na minha mente a passagem bíblica no livro de Gênesis 22 onde "Deus provou a fé de Abraão pedindo seu filho Isaque" , peguei Ravel o coloquei nos meus braços , dei um beijo na testa dele e o me despedi dele chorando e dizendo para mim mesmo agora perdi meu filho mesmo, quando sai da sala de cirurgia tinha uma salinha bem pequena com 6 (seis) cadeiras e um relógio bem no meio da parede, olhei para a hora o relógio marcava 17:34min, e disse para mim mesma o médico me disse que essa cirurgia não passa de 0:30 (meia) hora vou me ajoelhar aqui mesmo e orar a DEUS que era a única coisa que poderia fazer no momento e foi o que fiz comecei a orar , orar , orar e quando me achei sem palavras comecei só a agradecer a DEUS por tudo mas tudo mesmo foi quando ouvi a voz do SENHOR a me dizer FILHA DIGA QUE EU SOU GRANDE E QUE FAÇO COISAS GRANDES onde você chegar você irá contar este testemunho e dizer que EU SOU GRANDE E FAÇO COISAS GRANDES,  sempre via Deus usar vários instrumentos d'Ele para falar com seus servos porém eu estava ouvindo a própria voz do SENHOR aquela voz bem mansa e que te passa tal confiança;  a experiência foi sobrenatural tanto para mim como para meu filho Ravel, e quando depois de ouvir o SENHOR falar comigo a instrumentista que estava na sala de cirurgia onde Ravel estava saiu e tocou no meu ombro e me falou ... mãe levanta e canta porque a cova do teu filho foi fechada hoje e me deu uma bíblia e uma harpa cristã, DEUS é fiel e sempre usa um Cirineu para te ajudar no caminho , foi quando levantei meus olhos e olhei para o relógio e já havia se passado 02:40 H. min.(Duas horas e quarenta minutos de cirurgia), e comecei a cantar Tu és fiel SENHOR eu sei que tu és fiel....e enquanto me deslocava para a sala doa médicos para trocar de roupa Ravel ia saindo pela porta principal do bloco cirúrgico e lá fora estava o meu esposo Adalberto Miguel, a minha cunhada Keylla Paulla sua amiga Vanda e seu esposo e o médico virou e disse para eles assim olha Ravel é filho de rei pois para ter uma doença dessa só sendo filho de rei mesmo poque passei a noite anterior todinha estudando o caso desta criança e como poderia realizar o procedimento cirúrgico nela e ao estudar li que esta doença provém da família da rainha Vitória do Reino Unido que por sua vez passou para seus filhos e descendentes que moravam em alguns países entre eles Espanha, Alemanha e Russia, mas meus queridos amigos Ravel é filho de rei sim mais do REI JESUS que vive e reina soberanamente e que FAZ COISAS GRANDES como operou esta maravilha na vida dele, depois disso tudo Ravel ainda passou 5 (cinco) dias na UTI, e mais doze dias no apartamento tomando um monte de medicamento e neste mesmo período ele teve que tomar 68(sessenta e oito) caixas de Fator VIII de Coagulação Humana de 500UI, para que fosse evitado uma hemorragia interna devido a gravidade do estado clinico dele.
      Hoje já se passou exatamente 10 (dez) meses que passamos por essa situação e que DEUS nos deu vitória, agradeço a Deus por tudo , a equipe médica que tratou com muito carinho do meu filho no hospital , aos enfermeiros chefes em especial a Vaneide Negreiros que terminou se tornando uma irmã para mim lá no hospital, aos téc. de enfermagem em fim a todos do hospital, aos meus patrões Ronaldo Albuquerque e Andréa Costa juntamente com minha gerente Ana Paula Costa que entenderam toda a minha situação na época meu muito obrigado, agradeço também aos meus amigos que sempre me ligavam para saber de como estava o meu filho , as irmãs de círculo de oração das Assembléia de Deus que pegaram no peso junto com minha família em oração, aos irmãos da igreja Batista também que oraram muito pela recuperação do meu filho, e a você Meire Telles a Anna Paula e a revista Vitória Magazine que me proporcionou esta rica oportunidade em compartilhar com vocês amigos e leitores este milagre que o SENHOR realizou na vida do meu filho Ravel, mas uma vez meu muito obrigado e creiam que DEUS É GRANDE E QUE FAZ COISAS GRANDES,amém.

Camaragibe 25 de Outubro de 2012.      

logo quando chegou na UTI

3º dia na UTI

sob efeito de
 remédios antes da cirurgia

68 caixas de fator de coagulação humana

hoje ele já está bem melhor e curado da cirurgia
Testemunho extraído do site com a permissão da mãe http://www.revistavitoriamagazine.com.br