domingo, 31 de julho de 2011

Uma Carta Sobre "LOUVAR A HOMENS" - John Nelson Darby


 
Carta escrita no século XIX por John Nelson Darby ao Editor de um de seus livros

"Meu caro amigo e irmão em Jesus Cristo,
"Deu-me muita satisfação ver sua tradução de meu livro. Tive o grato prazer de lê-la, ou melhor dizendo, de ter alguém que a lesse para mim, naqueles momentos dos quais o Senhor nos diz, como disse aos apóstolos, "Vinde vós, aqui à parte, a um lugar deserto, e repousai um pouco" (Mc. 6:31). Mas não posso deixar de dizer-lhe, meu caro amigo, que o prazer que a aparência do seu trabalho me trouxe foi, em certa medida, abatido pela opinião demasiado favorável que você expressou a meu respeito no prefácio. Antes que tivesse lido uma palavra sequer de sua tradução, presenteei a um mui querido e sincero amigo com um exemplar, e ele mencionou o que você escreveu em seu prefácio louvando minha piedade. O texto produziu em meu amigo o mesmo efeito que viria a produzir em mim, mais tarde, quando o pude ler. Espero, entretanto, que você não leve a mal o que vou dizer a respeito do assunto, o que é fruto de uma experiência razoavelmente longa.
"O orgulho é o maior de todos os males que nos afligem, e de todos os nossos inimigos, não apenas é o mais difícil de morrer, como também o que tem a morte mais lenta; mesmo os filhos deste mundo são capazes de discernir isto. Madame De Stael disse, em seu leito de morte, Sabe qual é a última coisa que morre em uma pessoa? É o seu amor-próprio." Deus abomina o orgulho mais do que qualquer coisa, pois o orgulho dá ao homem o lugar que pertence a Deus que está acima de tudo. O orgulho interrompe a comunhão com Deus, e atrai Sua repreensão pois "Deus resiste aos soberbos"(I Pd. 5:5). Ele irá destruir o nome do soberbo, pois nos é dito que "a altivez do homem será humilhada, e a altivez dos varões se abaterá, e só o Senhor será exaltado naquele dia" (Is. 2:17). Como você mesmo irá sentir, meu caro amigo, estou certo de que não há maior mal que uma pessoa possa fazer a outra do que louvá-la e alimentar seu orgulho. "O homem que lisonjeia a seu próximo, arma uma rede aos seus passos" (Pv. 29:5) e "a boca lisonjeira obra a ruína" (Pv. 26:28). Você pode estar certo, além do mais, que nossa vista é muito curta para sermos capazes de julgar o grau de piedade de nosso irmão; não somos capazes de julgar corretamente sem a balança do santuário, e ela está nas mãos daqu*Éle que sonda o coração. Não julgue nada antes do tempo, até que o Senhor venha, e torne manifesto os conselhos do coração, e renda a cada um o devido louvor. Até então, não julguemos nossos irmãos, seja para bem seja para mal, senão com a moderação que convém, e lembremo-nos que o melhor e mais certo juízo é aquele que temos de nós mesmos quando consideramos aos outros melhores do que nós.
"Se eu fosse lhe perguntar como sabe que eu sou "um dos mais avançados na carreira cristã, e um eminente servo de Deus", sem dúvida você iria ficar sem saber o que responder. Talvez você viesse a mencionar minhas obras publicadas; mas será que você não sabe, querido amigo e irmão -- você que pode pregar um sermão edificante tanto quanto eu -- que os olhos vêem mais do que os pés alcançam? E que, infelizmente, nem sempre somos o que são os nossos sermões? "Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós"(II Co. 4:7). Não lhe direi a opinião que tenho de mim mesmo, pois se o fizer, é provável que enquanto o faça procure minha própria glória, e, enquanto estiver buscando minha própria glória, possa parecer humilde, o que não sou. Prefiro dizer-lhe o que o nosso Mestre pensa de mim -- Ele que sonda o coração e fala a verdade, que é "o Amém e a fiel Testemunha", e que tem falado frequentemente no mais íntimo do meu ser, pelo que agradeço a Ele. Creia-me, Ele nunca me disse que sou um "eminente Cristão e avançado nos caminhos da piedade." Ao contrário, Ele me diz bem claramente que se eu procurasse o meu próprio lugar, iria encontrá-lo como sendo o do maior dos pecadores, pelo menos dentre os que são santificados. E devo dar mais crédito ao julgamento que Ele faz de mim, meu caro amigo, do que aquilo que você pensa a meu respeito.
"O mais eminente Cristão é um daqueles de quem nunca se ouviu falar, algum pobre trabalhador ou servo, para quem Cristo é tudo, e que faz tudo para ser visto por Ele, e somente por Ele. O primeiro deve ser o último. Fiquemos convencidos, meu caro amigo, de louvar somente o Senhor. Só Ele é digno de ser louvado, reverenciado, e adorado. A Sua bondade nunca é demasiadamente celebrada. O cântico dos abençoados (Apocalipse 5) não louva a ninguém senão `Aquele que os redimiu com o Seu sangue. Não há no cântico uma única palavra de louvor a qualquer dos redimidos -- nenhuma palavra que diga que são eminentes, ou que não são eminentes -- todas as distinções estão perdidas no título comum, "os redimidos", que expressa a alegria e glória de todo o Corpo. Empenhemo-nos em trazer nossos corações em uníssono com aquele cântico, ao qual todos esperamos que nossas débeis vozes venham se unir. Esta será a razão da nossa alegria, mesmo enquanto estivermos aqui, e contribuirá para a glória de Deus, a qual é lesada pelo louvor que os Cristãos frequentemente prestam uns aos outros. Não podemos ter duas bocas -- uma para louvar a Deus e outra para louvar o homem. Possamos, então, conhecer o que os serafins fazem (Isaías 6:2,3), quando com duas asas cobrem suas faces, como um sinal de sua confusão diante da sagrada presença do Senhor; com outras duas asas cobrem seus pés, como se tentassem esconder de si mesmos os seus próprios passos; e com as duas asas restantes voam para executar a vontade do Senhor, enquanto proclamam, "Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos: toda a terra está cheia da Sua glória".
"Perdoe-me por estas poucas linhas de exortação Cristã, as quais tenho certeza, irão, cedo ou tarde, se tornar úteis para você, passando a fazer parte da sua própria experiência. Lembre-se de mim em suas orações, enquanto rogo para que a bênção do Senhor possa pousar sobre você e seu trabalho. Se você porventura vier a imprimir uma outra edição -- como espero que aconteça -- por gentileza, exclua as duas frases para as quais chamei sua atenção; e me chame simplesmente "um irmão e ministro no Senhor." Isto já é honra bastante, e não é preciso mais." J. N. Darby

PRINCÍPIOS PARA UMA MINISTRAÇÃO


“Quem te não temerá, ó Senhor, e não glorificará o teu nome? Porque só tu és santo; por isso todas as nações virão e adorarão diante de ti, porque os teus atos de justiça se fizeram manifestos”  Apocalipse 15:4.
 
Temos aqui um tema que requer de nós especial atenção. Para alguns, trata-se de um terreno desconhecido. E mesmo para aqueles que têm algum conhecimento, sempre será um desafio novo. Cada culto é uma experiência nova, de onde extraímos lições que vão nos moldando e formando em nós o perfil de verdadeiros adoradores, que em função desse aprendizado, vão sendo confirmados como ministros diante da congregação.
A ministração do louvor exige total responsabilidade, entrega e dedicação, daí o fato de que se trata de um ministério, e ministério com peso pastoral. A administração desse serviço se faz garantir através de princípios divinos que devemos encarnar, praticar e deles depender sempre. Esses princípios nos livram da mediocridade e contribuem para que busquemos a excelência nesse ministério, em louvor ao nosso Deus! (Fl 1:10-11).
Sensibilidade – Salmos 43:3
Sensibilidade fala de percepção, de revelação, de ter luz. É uma ferramenta essencial, pois facilita em muito a nossa tarefa. É indispensável no momento do culto, na relação que temos com o Espírito, com os músicos e com as pessoas em geral.
Dependência do Espírito – Efésios 5:18.
É dependência geral, total e irrestrita. Paulo diz que onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade (II Co 3:17). O dirigente deve ganhar a visão de que o culto é do Espírito Santo e Ele sabe o que é melhor para cada pessoa (Rm 8:26-27). Ele indica o cântico, a frase, a oração a ser feita, enfim, tudo.
Inspiração (Palavra de Deus) – Salmos 22:25.
O dirigente sempre precisa estar inspirado. A inspiração nasce do nosso tempo diário com Deus (Sl 34:1). A fonte principal é a Palavra. Quanto mais Palavra eu tiver, mais inspirado serei (Cl 3:16).
Expressão – Gálatas 5:22.
A Palavra diz que o coração alegre aformoseia o rosto (Pv 15:13). O fruto do Espírito produz amor, paz, alegria etc. O dirigente deve meditar naquilo que canta. Esse exercício constante resulta numa expressão de vida abundante.
Segurança (saber o que fazer) – II Coríntios 3:4-6.
A congregação espera que o dirigente a conduza na ministração. É como o motorista de um coletivo cheio de pessoas. Todos esperam que ele tenha conhecimento do que faz e possam assim chegar ao seu destino.
Identificação (sacerdote) – Hebreus 5:1.
O dirigente é um sacerdote, um intermediário entre Deus e os homens. Portanto, deve estar profundamente identificado com os interesses do Senhor e dos homens.
O ministério de Jesus – Hebreus 2:12.
O dirigente deve ter a visão de que Jesus está em meio à congregação cantando louvores. Deus habita no meio dos louvores do seu povo (Sl 22:3).
Conclusão
Se estivermos atentos a estes princípios, colheremos resultados surpreendentes do nosso trabalho. A igreja será abençoada, edificada, e o Senhor glorificado junto ao seu povo.
Deus abençoe!

quinta-feira, 28 de julho de 2011

EDIFICANDO SOBRE A ROCHA



"O texto bíblico para a mensagem de hoje está no Evangelho segundo S. Mateus, capítulo sete. Permitam-me ler a partir do versículo vinte e quatro: "Todo aquele, pois, que ouve estas palavras e as pratica, será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína." Mateus 7:24-27 
Aqui o Senhor Jesus novamente divide os membros da Igreja em dois grupos. Este pensamento se repete muitas vezes na Bíblia: trigo e joio, virgens prudentes e insensatas, enfim. Agora vemos aqui um homem prudente e outro homem insensato. Ambos reunidos na mesma Igreja. O homem prudente edifica a sua casa sobre a rocha e quando vêm a tempestade, as turbulências e as enchentes, a casa permanece firme. O homem insensato edifica sua casa sobre a areia e quando os ventos sopram, a tempestade vem e a noite escura chega, a casa cai em pedaços porque foi construída sobre a areia.


O que é que o Senhor Jesus está querendo dizer? Para entender isto precisamos ler o verso 24, que diz assim: "Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras..." Mateus 7:24

"O texto bíblico para a mensagem de hoje está no Evangelho segundo S. Mateus, capítulo sete. Permitam-me ler a partir do versículo vinte e quatro: "Todo aquele, pois, que ouve estas palavras e as pratica, será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha. E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, e ela desabou, sendo grande a sua ruína." Mateus 7:24-27


A quais palavras o Senhor Jesus está se referindo? Permitam-me ler a partir do versículo 21, para entender este assunto: "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi explicitamente: Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniqüidade." Mateus 7:21-23. O verso seguinte diz: "Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica, será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha." Mateus 7:24

Percebeu? O Senhor Jesus nos apresenta o dia da Sua volta, quando a sentença de salvação ou perdição é dada. Há um grupo de homens e mulheres que está se perdendo e Jesus lhes disse: "Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus." Mateus 7:21

Evidentemente, este grupo não fez a vontade do Pai. Mas eles reclamam e não aceitam o veredito divino. Eles dizem: "Um momento, Senhor! Um momento! Como é que não fizemos a vontade do Pai, se nós fizemos milagres, expulsamos demônios e profetizamos?"

Aqui está um assunto muito delicado. Permita-me perguntar-lhe: expulsar demônios não é fazer a vontade do Pai? Fazer milagres e profetizar não é fazer a vontade do Pai? "Não, Pastor? isto não é fazer a vontade do Pai? Fazer a vontade do Pai é guardar os dez mandamentos?" Você pode me dizer. Mas, esses homens, os judeus, a quem Jesus estava falando, eram campeões em guardar os dez mandamentos. Eles guardavam os mandamentos tão rigorosamente que só para o sábado eles tinham um monte de pequenos mandamentos. Eram pessoas que dizimavam até a menta e o coentro. Como é que não guardavam os mandamentos? Eles já tinham passado pelo primeiro estágio da vida espiritual. Eles já estavam num estágio mais avançado. Profetizavam, faziam milagres e expulsavam demônios. Mas Jesus diz: "Vocês estão se perdendo porque não fizeram a vontade do Pai." E quando eles reclamam, Jesus responde: "Eu não os conheço, não sei quem são vocês. Poderão ter profetizado, feito milagres, guardado mandamentos, feito tudo, mas eu não conheço vocês. Apartem-se de mim, praticantes de iniqüidade." E depois disto Jesus diz: "Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras (esta explicação que acabo de dar) e as pratica, será comparado a um homem prudente, que edificou a sua casa sobre a rocha; ... E todo aquele que ouve estas minhas palavras e não as pratica, (e não as leva a sério) será comparado a um homem insensato, que edificou a sua casa sobre a areia." Mateus 7:24 e 26


O que Jesus está tentando nos dizer é que fazer a vontade do Pai não é somente portar-se bem ou mal, como não matar, não roubar, não fumar, não usar drogas, não fazer isso ou aquilo. Fazer a vontade do Pai não é somente expulsar demônios, fazer milagres ou profetizar. Se apenas isso fosse fazer a vontade do Pai, essas pessoas estariam salvas. Mas elas estão se perdendo.

Então, o que é fazer a vontade do Pai? Fazer a vontade do Pai, é fazer tudo aquilo, só que não pelas próprias forças, mas pela dependência permanente de Cristo. Você acha que Jesus quer que você se porte bem e nada mais? Você está completamente enganado. Jesus quer que você se porte bem, sim, mas pelo único método que Ele tem e que é a comunhão, a dependência e o relacionamento com a fonte do poder que é Cristo. Se você se portar bem somente por suas próprias forças, por seu domínio próprio ou por seu moralismo, você NÃO ESTÁ fazendo a vontade do Pai. Mas se você se portar bem porque vive uma vida de comunhão permanente com o Pai, então sim, você ESTÁ fazendo a vontade do Pai. Por isso, todo aquele que edifica a sua vida espiritual no domínio próprio, na força de vontade, no esforço humano, no moralismo, nos regulamentos, na disciplina ou auto-diciplina, todo aquele que fundamenta o prédio da sua vida espiritual nessas coisas, está construindo sobre a areia. Quando vier o vento, a casa vai ruir. Mas aquele que edifica sua experiência espiritual na dependência permanente de Cristo, está edificando na rocha que é Jesus. E se vierem provações ou dificuldades, a fé não vai esmorecer, porque você construiu na rocha que é Cristo.

Pergunto: Por que você está na Igreja à qual pertence? Por que o pastor pregou um sermão bonito? Por que sua mãe pediu? Por que a doutrina lhe convenceu? Você está na Igreja porque os irmãos são muito amorosos? Por que gosta do templo? Por que não gostou da outra Igreja? Sabe, tudo isso é edificar na areia. Se você é cristão porque seu pai chorou, ou porque o pastor pediu, ou a doutrina lhe convenceu, ou por isso, ou por aquilo, quando chegam as tormentas espirituais, sua casa vai ruir. Mas se você é cristão porque se apaixonou por Cristo, porque se enamorou de Jesus, porque Jesus é tudo na sua vida e ela passou a ser uma permanente dependência de Jesus, então você construiu sua casa na Rocha. E que venham provações, ou perseguições, ou dificuldades. Que venham enfermidades, ou morte, ou traição, a sua fé nunca vai desmoronar porque foi edificada na Rocha, que é Cristo.

Amigo querido, o Senhor Jesus quer conquistar os seres humanos. Às vezes caimos na vida espiritual, nos machucamos, como Maria Madalena. Às vezes chegamos ao fundo, na miséria, na lama. Lutamos para sair e quanto mais lutamos, mais nos afundamos, impotentes, incapazes, perdidos, acabados. E quando o mundo nos vira as costas, quando até os pais e os amigos mais queridos acham que somos um caso sem solução, aí, no desespero, clamamos a Deus e Ele nos tira para podermos edificar na rocha. E sabe por que chegamos a este ponto? Porque estávamos edificando nossa casa na areia do esforço próprio, do moralismo, do auto-controle.

Você acha que vai vencer a tentação porque tem força? Não vai. E sabe por que? Porque o inimigo que você tem é muito mais astuto do que você imagina. Quando o inimigo quer destruir você, ele não é bobo para se apresentar e dizer: "Oi, como vai, eu sou o diabo e estou aqui para arruinar a sua vida." O diabo se esconde, se disfarça e não se disfarça de coisas feias, não! Ele escolhe as coisas mais bonitas. Ele se esconde atrás de uma mulher bonita, para arruinar a vida de um cristão. Ele se esconde atrás de um rapaz bonito, para arruinar a vida de um mulher cristã. Ele se esconde atrás de uma garrafa fascinante! Acaso o inimigo mostra um fígado se deteriorando na garrafa de bebida alcoólica? Não! Ele mostra bolhas, pedras de gelo, uma maravilhosa aventura. Ele não mostra um maço de cigarro com um pulmão destruído pelo câncer. Não! Ele mostra um homem cheio de saúde, cavalgando pelas montanhas. O inimigo se esconde atrás de filosofias, mensagens, ideologias e até de religiões bonitas. Ele não é tolo para escolher coisas feias. O diabo escolhe as melhores coisas, as mais belas, para enganar e arruinar. E uma vez que arruina, escraviza, não se contenta somente em derrotá-lo, mas também humilha, pisa, estraçalha e leva ao fundo do poço, para depois dar uma gargalhada de vitória. É por isso que sua fé não pode estar edificada em cima de recursos humanos. Não pode estar somente edificada na Igreja, na doutrina, na música, nos irmãos ou no pastor. Sua fé tem que estar fundamentada em Cristo, unicamente em Cristo. Todas as demais coisas só têm sentido quando o centro de tudo é Cristo.

É por isso que S. Paulo escreve em Efésios 6:10. Ele diz: "...sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder... porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes."

A sua luta não é contra um homem, a sua luta é contra o inimigo das almas, astuto, covarde, traiçoeiro. Ele não prepara uma tentação para todo o mundo, não! O diabo tem uma fábrica de tentações e nessa fábrica ele tem muitos anjos seus trabalhando. Ele tem sua ficha completa desde o dia em que você nasceu, quem são seus pais, sua herança genética, a educação que você recebeu, os traumas psicológicos que você carrega aonde você cresceu, quem foram seus amigos... tudo está no arquivo do inimigo. Com estes dados, o inimigo prepara tentações personalizadas. A tentação sai da fábrica do diabo com "nome e endereço".

Porque você sabe que, o que é tentação para você, pode não ser para mim. O que para mim é tentação, pode não ser para você. Mas o diabo conhece a vida de cada um. É por isso que não podemos, muitas vezes, resistir ao inimigo, é por isso que temos que edificar nossa fé na rocha.

Meu amigo, quando falamos de tentação, temos que levar em conta que TENTAÇÃO não é pecado. Não se sinta mal quando um pensamento imundo sobe à sua cabeça. Não se sinta um pecador porque em seu coração aparece um sentimento negativo. Não se sinta miserável porque a tentação aparece em sua vida. Deixe o diabo tentar quanto ele quiser. Você não é pecador porque é tentado. O pecado começa quando você passa a acariciar a tentação.

Martinho Lutero tem uma ilustração interessante. Ele afirma que: "Você não pode impedir que os passarinhos voem por cima da sua cabeça, mas pode evitar que façam ninhos sobre ela." (Martinho Lutero). Querido, se um passsarinho está voando por aí, deixe-o voar, ele é livre, que voe por onde quiser. Agora, se o passarinho pegar uma palhinha, trouxer e colocar na sua cabeça, sair outra vez e trouxer outra palhinha, aí, não! A sua cabeça é sua cabeça. Você tem o direito de dizer: "Saia daqui!" Tentação é o passarinho voando. Pecado é o passarinho fazendo ninho na sua cabeça.

Você está deitado em sua cama e um pensamento sujo sobe à sua mente. Não se sinta pecador, isso é tentação, TENTAÇÃO não é pecado. Você está tranaqüilo e de repente vê uma cena que lhe provoca um pensamento sujo, isto não é pecado, isto é tentação. Pecado é quando você começa a acariciar, a se deleitar, a trabalhar no pensamento, então, você está caindo no pecado.

Voltemos agora ao conselho de Paulo: "...sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder."Efésios 6:10

E Jesus diz: Todo aquele que ouve estas minhas palavras e entende que não basta obedecer, ou ser membro de uma Igreja, mas tem que edificar sua casa na Rocha. Qualquer um que entender estas minhas palavras está contruindo para a eternindade.

É isso que eu e você precisamos entender, meu querido. Não nos salvaremos porque fomos bons membros de Igreja, nem sequer porque fomos bons pais, ou bons esposos. Não será porque cumprimos todos os mandamentos de Deus que vamos nos salvar. Não! Tudo isso é areia. O ser humano não pode depositar a confiança da sua salvação na areia. Tem que colocar seus olhos em Cristo e edificar sua fé na rocha que é Jesus.

Você está disposto a fazê-lo? Está disposto a abrir o coração a Jesus e depositar sua confiança nEle? Faça-o agora.

ORAÇÃO


Querido Pai: há milhares de pessoas neste momento, elevando uma oração sincera Ouve o clamor silencioso desses corações e responde segundo a Tua misericórdia. Tu conheces a necessidade íntima de cada um, responde, em nome de Jesus, Amém.

DEUS conta com você

- Temos compaixão pelo povo da nossa cidade ao qual esta cativo, temos orado, jejuado e deixado as vezes nosso próprio beneficio em beneficio dos outros.
- Nos paralisamos em meio as lutas ou obstáculos que vão aparecer em nossa frente.
- Quando necessário buscamos a ajuda de Deus ou não.
Amados é momen
to de nos posicionarmos pois é responsabilidade da Igreja dar continuidade na mensagem da Cruz.
Como ouvirão daquele de quem nunca ouviram se não há quem pregue.
Na nossa cidade há parentes, amigos e pessoas que amamos que estão detruídas, seja no casamento, emocional, precisando de alguém para ajudá-las.
Deus conta com você!
Reparta com as pessoas o Pão da Vida, Jesus o Cristo, pois só através d'Ele poderemos realizar esse grande projeto de reconstrução.





Pastor Daniel Cardoso.





quarta-feira, 27 de julho de 2011

A FLOR DA AMIZADE



Recados Para Orkut - Click Aqui! http://www.recados.net

terça-feira, 26 de julho de 2011

HOMENAGEM AO DIA DOS AVOS

Se a imagem nao carregar, clique em voltar em seu navegador e tente novamente!No dia 26 de julho é comemorado o dia de dois importantes membros da família moderna a figuras tão querida por todos. Considerados as raízes de uma grande árvore chamada FAMÍLIA. Podem ser do tipo modernos, conservadores, super protetores e até mesmo aqueles que já não está mais presentes; quando se trata de avos é inevitável não relacionarmos o termo à palavra carinho. Com mulher cada vez mais inserida no mercado de trabalho, fica a difícil missão de encontrar alguém de confiança para cuidar dos filhos. É onde os avos exercendo o papel de pais, cuidam e criam os netos.


Comida de avó

Os anos podem passar, as avós podem ser diferentes, mas sempre existirá o mistério da comida de avó. Quantas pessoas já se habilitaram e se arriscaram na cozinha, seguindo fielmente a receita delas, mas no final de tudo parece que ficou faltando algo?

Atualmente, os quitutes das senhoras conquistaram um novo lugar. Os buffets estão recebendo pedidos para que as receitas das avós integrem o cardápio de casamentos e noivados a fim de resgatar memórias da época de criança.

Na busca incessante pelo segredo que essas receitas trazem, os netos recebem a mesma resposta das autoras: “é feito com amor”. Talvez, o ingrediente-segredo seja exatamente esse amor em dose dupla, já que todas elas dizem que ser avó é ser mãe duas vezes.

Não importa qual seja o segredo, a forma ou idade da avó, elas sempre trarão consigo o jeito doce de nos fazer voltar às lembranças mais especiais de nossas vidas. Independente se elas estiveram presentes o tempo todo ou se foi apenas uma pequena participação, aproveitá-las hoje nunca é demais. Elas sempre serão a nossa melhor ponte entre o passado e o que ainda está por vir.

domingo, 24 de julho de 2011

Ministração




Vou falar para vocês sobre a história de Aitofel e Davi. Aitofel era amigo íntimo do rei Davi, freqüentava a sua casa, era irmão na fé. Mas um determinado momento de sua vida, Aitofel se juntou com o próprio filho de Davi - Absalão, para tramar conspirações e tomar o reinado de Davi. Imaginem que apunhalada! Que dor e decepção Davi experimentou! (2 Samuel 15.31). Poderia esperar traição dos inimigos, mas de um amigo íntimo e um filho!!! Em todo Salmo 55, Davi expressa a sua decepção com esta situação. Vejam os versos 12 ao 14 “Pois não é um inimigo que me afronta, então eu poderia suportá-lo; nem é um adversário que se exalta contra mim, porque dele poderia esconder-me; mas és tu, homem meu igual, meu companheiro e meu amigo íntimo...”. Leia também Salmo 41.9 “Até o meu amigo íntimo,...levantou contra mim o calcanhar”. A frase levantou o calcanhar, significar colocar o pé no pescoço da vítima, ou seja uma violência brutal. A dor da decepção fere profundamente quando ela vem de pessoa que amamos. A traição produz extremos sofrimentos. O sofrimento de Davi, é descrito no Salmo 55.2,6,7 “sinto-me perplexo e ando perturbado...desejo fugir para longe, p/ o deserto”! MAS PRECISAMOS APRENDER A SUPERAR A DOR E A DECEPÇÃO DA TRAIÇÃO COMO JESUS FEZ. Quando ressuscitou, Jesus procurou re-encontrar seus discípulos e não demonstrou amargura pelo abandono e traição que sofrera, mas em atitude de amor voltou ao convívio dos mesmos, orientando-os até o momento da sua subida aos céus. 1º. Para superarmos as decepções precisamos entendê-las como fraqueza humana. Sob o pecado, qualquer pessoa pode trair ou decepcionar a outra. Quando aquela mulher que foi apanhada em flagrante de adultério, e levada para ser julgada por Jesus, recebemos um princípio divino para tratar das fraquezas humanas: “... Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire a primeira pedra”, (João 8.7). 2º. Para superarmos as decepções precisamos aplicar a terapia do perdão a quem nos traiu. O perdão é uma necessidade para aqueles que desejam viver de forma Saudável. Quem não perdoa não tem saúde (Tiago 5.16). A dor da traição começa ser curada quando resolvemos perdoar aquele que nos traiu. Jesus nos ensina em Mateus 18.21-35, alguns princípios sobre o perdão. 1. Fomos perdoados por Deus de uma dívida impagável. Este perdão de Deus é imerecido ilimitado, incondicional e completo. 2. Assim como fomos perdoados por Deus, devemos perdoar os nossos ofensores. A ausência de perdão revela a ingratidão à Deus, e desperta a ira de Deus, causa sofrimento e dor, fecha as portas para a misericórdia de Deus. Assim como Davi sofreu a dor e a decepção com uma pessoa amada e BUSCOU EM DEUS O CONFORTO, precisamos fazer. Assim como Jesus perdoou, devemos aplicar o perdão. O grande desafio Espiritual diante das decepções, é com ajuda de Deus, superar a dor e jamais praticar a vingança. Se você é um cristão que ainda não aprendeu a perdoar, que ainda guarda raízes de amargura em seu coração, precisa observar melhor a Palavra de Deus, pois até para orar o “Pai Nosso” e ser ouvido, primeiro precisamos limpar nosso coração de qualquer amargura ou raiva.Supere suas decepções, perdoe para receber as bênçãos divinas, só assim você vai superar as decepções.


Enviado por Wesley Vieira

Brócolis, proteção contra o câncer

O brócolis é um membro da família das Brassicas (Cruciferae), e está intimamente relacionado com couve-flor. Seu cultivo teve origem na Itália. Broccolo, seu nome italiano, significa "broto de repolho". Por causa de seus diferentes componentes, brócolis fornece uma variedade de sabores e texturas, do macio e florido (florete) para o fibros e crocante (tronco e caule). O cheiro dos compostos de enxofre são liberados ao ser cozido.


Como outros vegetais crucíferos, brócolis contém o fitonutriente sulforafano e o indól, que têm efeitos significativos anti-câncer. Pesquisas sobre indol-3-carbinol mostra que este composto ajuda a desativar um metabólito potente, o estrogênio que promove o crescimento do tumor, especialmente em células mamárias. Aumenta o nível de 2-hidroxiestrone, uma forma de estrógeno, que pode ser efeito protetor contra o câncer. Indol-3-carbinol reprimiu, não só o crescimento das células tumorais, mas também a metástase de células cancerígenas (o movimento de células cancerosas para outras partes do corpo).

Os cientistas descobriram que o sulforafano estimula as enzimas de desintoxicação do corpo, potencialmente alterando a expressão gênica, contribuindo assim para limpar as substâncias potencialmente cancerígenas mais rapidamente. Quando os pesquisadores da Universidade Johns Hopkins estudou o efeito do sulforafano em formação de tumores em animais de laboratório, os animais que receberam sulforafano tiveram tumores menores, e os que não desenvolveram tumores cresceram mais lentamente e menos pesado, o que significa que eles eram menores.

REFLEXÃO



Havia um homem muito rico, possuía muitos bens, uma grande fazenda, muito gado e vários empregados a seu serviço. Tinha ele um único filho, um único herdeiro, que, ao contrário do pai, não gostava de trabalho nem de compromissos. O que ele mais gostava era de festas, estar com seus amigos e de ser bajulado pôr eles. Seu pai sempre o advertia que seus amigos só estavam ao seu lado enquanto ele tivesse o que lhes oferecer, depois o abandonariam. Os insistentes conselhos do pai lhe retiniam os ouvidos e logo se ausentava sem dar o mínimo de atenção. Um dia o velho pai, já avançado na idade, disse aos seus empregados que construíssem um pequeno celeiro e dentro do celeiro ele mesmo fez uma forca, e junto a ela, uma placa com os dizeres: "Para você nunca mais desprezar as palavras de seu pai". Mais tarde chamou o filho, o levou até o celeiro e disse: "- Meu filho, eu já estou velho e quando eu partir, você tomará conta de tudo o que é meu, e sei qual será o seu futuro... Você vai deixar a fazenda nas mãos dos empregados e irá gastar todo o dinheiro com seus amigos, irá vender os animais e os bens para se sustentar, e quando não tiver mais dinheiro, seus amigos vão se afastar de você. E quando você não tiver mais nada, vai se arrepender amargamente de não ter me dado ouvidos. E pôr isso que eu construí esta forca, sim, ela é para você, e quero que você me prometa que se acontecer o que eu disse, você se enforcará nela". O tempo passou, o pai morreu e seu filho tomou conta de tudo, mas assim como se havia previsto, o jovem gastou tudo, vendeu os bens, perdeu os amigos e a própria dignidade. Desesperado e aflito, começou a refletir sobre a sua vida e viu que havia sido um tolo, lembrou-se do pai e começou a chorar e dizer: - Ah, meu pai, se eu tivesse ouvido teus conselhos, mas agora é tarde, tarde demais. Pesaroso, o jovem levantou os olhos e longe avistou o pequeno celeiro, era a única coisa que lhe restava. A passos lentos se dirigiu até lá e, entrando, viu a forca e a placa empoeirada e disse: - Eu nunca segui as palavras do meu pai, não pude alegra-lo quando estava vivo, mas pelo menos esta vez vou fazer a vontade dele, vou cumprir minha promessa, não me restas mais nada. Então subiu nos degraus e colocou a corda no pescoço, e disse: - Ah se eu tivesse uma nova chance... Então pulou, sentiu pôr um instante a corda apertar sua garganta, mas o braço da forca era oco e quebrou-se facilmente, o rapaz então caiu no chão, e sobre ele caiam jóias, esmeraldas, pérolas, diamantes. A forca estava cheia de pedras preciosas, e um bilhete que dizia: - Essa é a sua nova chance, eu te amo muito. Seu pai.

sábado, 23 de julho de 2011

Esse Aleluia vale a pena assistir!!!

O Ministério da Palavra de DEUS

O Ministério da Palavra de Deus
Realmente aquele que tem esse ministério carrega grande responsabilidade  em sua vida.Quando Deus escolhe alguém para levar a sua palavra, meus irmãos
não adianta fugir, não vai adianta se esconder.Quando Deus escolhe alguém para transmitir a mensagem da cruz,não é preciso temer pois quem garante é o próprio Senhor Jesus. Você só não pode ser rebelde a voz do Senhor,lembra-se de Jonas foi provado quando desobedeceu, quis fugir mas não pode ir, porque planos Deus tinha com ele; sabe irmãos ele até tentou mudar os planos certos do Senhor, se escondeu, mas Deus logo encontrou, pois nada pode se esconder dos olhos do Senhor como diz em Pv 15:03 "Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando os maus e os bons." Meu amado irmão (ã) se Deus tem planos com você eu te aconselho a se render a Sublime vontade dEle não endureça o seu coração ao chamado do SENHOR e nem o questione, pois a própria Palavra testifica em Jó 9:04 "Ele é sábio de coração, e forte em poder; quem se endureceu contra ele, e teve paz?" ; não o questione e não haja como Jonas, pois será inútil, não adiantará de nada você fugir, ou tentar escapar saiba que aonde você for o Senhor lá estará, não importa onde seja, pode ser no mais escuro abismo, pode ser até nas profundezas desse mar, Ele te toma pela mão e te transporta de lá e te traz de volta ao querer dele por isso afirmo resistir é inútil. Lembre-se você sozinho não está tem anjo sempre para te guardar Te dá vitória quando você for lutar, podem se levantar contra ti mil cairão aos teu lado a tua esquerda e dez mil a tua direita ,nada vai te atingir, nada vai te amedrontar. Esse livro é dedicado especialmente para você que é embaixador do evangelho de JESUS é incrível não deixe de ler essa obra clássica do autor W. Nee.




"Quanto a nós, nos consagraremos... ao ministério da palavra” (At 6.4). A tarefa de servir às pessoas com a Palavra de Deus é chamada de ministério da Palavra; o indivíduo que serve dessa forma é chamado de ministro. ’Ministério‘ aponta para a função, enquanto ’ministro‘ fala sobre o indivíduo. O ministério da Palavra ocupa um lugar importante na obra de Deus. Há princípios definidos que devem ser aprendidos por aqueles que pregam a Palavra de Deus e servem às pessoas por meio dela.

TESTEMUNHO: O PODER DE DEUS NA VIDA DE UM HOMEM GRATO





Salmo 100 : 4 

Na quinta feira, dia nove, entre uma reunião e outra, o empresário aproveitou para ir fazer um lanche rápido em uma pizzaria na esquina das ruas Yafo e Mêlech George no centro de Jerusalém.
O estabelecimento estava superlotado. Logo ao entrar na pizzaria, Moshê percebeu que teria que esperar muito tempo numa enorme fila, realmente desejasse comer alguma coisa - mas ele não dispunha de tanto tempo..

A ERVA QUE CURA - FOLHA DE GRAVIOLA

Foi pesquisado pela USP e é válida Dr. Panuzza confirmou.



Segundo Evandro Romualdo, um amigo lhe confidenciou a seguinte história: Que sua esposa
após descobrir um câncer no seio que chegou a se espalhar pelo seu corpo,estava
praticamente com os dias de sua vida contados. Foi então,que descobriu uma publicação
sobre o CHÁ DE GRAVIOLA. A notícia estava em um site e o título do artigo é "CANCER
MAGIC BULLET DISCOVERED, but drug giants hushes it up!- 10,000 times stronger than
chemotherapy with no adverse side effects" - Na reportagem eles citam o quanto o extrato
da GRAVIOLA é 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia por drogas, e sem efeitos
colaterais.

Citam também a árvore como sendo encontrada na floresta Amazônica Enfim, a esposa dele
também tomou o chá, e em dois meses não tinha mais nenhuma seqüela ou ferida. Hoje está
viva e saudável!

AQUI FICA A DICA PARA QUEM PRECISAR, SE PUDER DIVULGUE, QUEM SABE ASSIM CONSEGUIMOS
AJUDAR MAIS PESSOAS COM ESSA NOVA DESCOBERTA .

VICK VAPORUB NOS PÉS!



Durante uma conferencia sobre Óleos Essenciais, comentavam como a "planta dos pés" podem
absorver os óleos.

O exemplo consistia em colocar alho na "planta dos pés" e aos 20 minutos, já podia
sentir o sabor na boca!

Alguns de nós temos usado o Vick Vaporub durante muitos anos como remédio para muitas
coisas, desde lábios machucados até dedos dos pés inflamados e muitas outras partes da
pele. Mas nunca tínhamos escutado sobre isto. E acredite, porque funciona em 100% das
vezes que se faz, apesar dos cientistas que descobriram realmente não estarem seguros de
como isso acontece.

Para deter a tosse noturna de um menino (ou de um adulto), espalhe Vick Vaporub
generosamente sobre a planta dos pés e logo cubra com meias. Mesmo a tosse mais
persistente, forte e profunda se deterá no máximo em uns 5 minutos e dará muitas horas
de alivio. Funciona 100% das vezes que se faz e é mais eficaz nas crianças. Além disso,
é extremamente calmante e reconfortante, enquanto dormem profundamente.

É surpreendente ver que é mais eficiente que os medicamentos prescritos para as crianças
tomarem a noite.

Se você tem filhos, netos ou amigos idosos, repasse esta mensagem. E se estiver com
tosse forte, comprove em você mesmo e ficará maravilhado quando ver e sentir como
funciona!