quarta-feira, 13 de novembro de 2013

SIÃO: A TERRA DA NOSSA FESTIVIDADE ESPIRITUAL



 Eu quase disse isso anteriormente. O que está escrito? “Sião, a cidade de nossas solenidades.” Esta é a frase nas Escrituras, “a cidade, o lugar de nossas solenidades.” O que isso significava? Eram as grandes festas e festivais de pessoas que eles tinham em Sião. Deus ordenou que este povo devia ser um povo festivo. Agora esta porção em Hebreus diz que é a isto que temos chegado. Temos chegado a inúmeros anjos em festa. A cidade de nossas festividades. Precisamos dizer mais? Eu acredito nisso, que se você tiver alguma coisa que se aproxime de Sião espiritualmente, qualquer coisa que seja realmente e verdadeiramente a Sião espiritual, não importa o quão pequeno possa ser, você terá um festival de boas coisas. Onde essas coisas são verdadeiras, onde essas cinco coisas que mencionei sejam verdadeiras:
1] Um Povo no Benefício da Completa e Perfeita Obra de Cristo
[2] A Suprema Vitória do Senhor
[3] O lugar da Sua Habitação
[4] O Local do Seu Governo
[5] O Lugar da Comunhão Firme e Segura
onde essas coisas sejam verdadeiras, você nunca mais terá fome, fome espiritual. O Senhor cuidará para que haja abundância. Você não será miserável, mas será cheio de alegria! Precisamos de algo mais do que piqueniques religiosos: precisamos das festividades espirituais de Sião.
“Hostes de anjos em festa.” Não sei se eu entendo isso completamente, mas eu penso que tenho um vislumbre disso. Quando os anjos olham para Sião, quão alegres eles ficam! Quão felizes eles ficam! Há certamente alegria entre os anjos quando você descobre coisas como essas. Quando eles olham para a espiritual Sião, eles colocam suas vestes festivas e dizem: “É isto.” Os anjos se regozijam. Talvez isso seja uma interpretação imperfeita, mas estou certo de que isto faça parte. Registramos o sentimento do Céu e dizemos: “Isto é bom”; e não mais condenaremos o velho e pobre Pedro. Nós caímos na mesma maravilhosa e gloriosa armadilha. Dizemos: “É bom estarmos aqui.” Jamais deixaremos este lugar novamente. “Façamos três tendas.” Nós cantamos, antes desta ministração esta manhã, sobre o mundo em guerra aqui em baixo. Nós temos que voltar para ele, mas que possamos voltar com um pouco da alegria de Sião, a cidade das nossas solenidades, das festividades espirituais. Devo deixar este tópico e ir para a última coisa a respeito de Sião, para esta manhã; e isto é apenas o primeiro fragmento da seção como um todo. Há um outro que provavelmente tomará todo o nosso tempo amanhã, o número oito, mas isto não é para agora.