domingo, 1 de janeiro de 2017

Jesus Orou e muitos não querem orar

Resultado de imagem

Ele "subiu ao monte para orar à parte."
            Jesus tinha diante de si uma tarefa impossível. Mais de cinco pessoas estavam dispostas a lutar uma à qual Cristo não viera para guerrear. Como poderia lhes mostrar que não viera para ser um rei, mas sim ser um sacrifico? Como podeira tirar os olhos deles de um rei terreno, para que pudesse enxergar o Rei espiritual? Como poderiam enxergar o eterno, quando dó tinham olhos para aquilo que era transitório?
                  O que Jesus sonhou em fazer e o que parecia estar prestes a realizar eram situações que pareciam estar separadas por um golfo intransponível.Então Cristo orou.
                   Jesus orou para que acontecesse o impossível. 
                 Talvez não tenha pedido coisa alguma, Talvez simplesmente tenha fiado em silencio diante "da Presença" e esquecido-se da majestade.
                 Talvez tenha erguido a sua cabeça acima da conclusão da terra para ouvir a solução céu.Talvez tenha sido lembrado de que os corações duros não intimidam o Pai. Que o povo problemático não perturba o ETERNO.
                  Não sabemos o que Jesus fez, nem o que disse. Mas sabemos o resultado. O monte se tornou um ponto de partida; a tempestade se tornou um caminho, e os discípulos viram Jesus como nunca o tinham contemplado antes.
                 Durante a tempestade Jesus orou. O céu se escureceu. Os ventos uivavam. E Cristo orava. O povo rosnava. Os discípulos duvidavam. E o Filho de  DEUS orava. Quando forçado a escolher entre a ajuda do homem e o monte da oração,orou.
                Existem abismos em sua vida que você não conseguirá modificar sem ajude alguém. Existem montanhas que não conseguirá escalar até suba ao monte de DEUS.
                Suba. Você ficará maravilhado.