domingo, 2 de outubro de 2011

Deus honra aqueles que o honram sem motivos interesseiros

Que o Espírito Santo do Senhor DerrameSobre sua vida toda sorte de bênção e que as misericórdias Do Senhor venha te renovar hoje e sempre!!!  


 Rute 4.13-22 No último capítulo do livro de Rute os três heróis de Deus aparecem juntos: Noemi, Rute e Boaz.
Resumindo tudo o que já foi dito acerca deles, podemos dizer que os três são considerados heróis da fé porque em tudo procuraram “honrar a Deus em suas vidas”.
Noemi honrou a Deus porque mesmo amargurada, mesmo com o coração ferido, não abriu mão de sua fé; continuou crendo que, apesar das tragédias sofridas, o Senhor é benevolente e abençoador; Ele tem o controle até mesmo das tragédias da vida; Ele não se esquece para sempre dos seus.
Rute honrou a Deus porque mesmo sem promessas de bênçãos e benefícios, decidiu cuidar de sua sogra, amá-la e servir ao seu Deus; mesmo sem nenhuma perspectiva de dias melhores, deixou sua casa, sua terra, seu povo, seu deus, e decidiu servir ao Deus de Israel.
Boaz honrou a Deus quando fez pela viúva e estrangeira Rute além daquilo que a lei prescrevia, além da sua obrigação; quando em plena meia-noite não se aproveitou da carência de Rute; quando não agiu na calada da noite; quando procurou o justo, o correto e o honesto mesmo correndo o risco de perder a virtuosa Rute, o sonho de consumo de qualquer homem sério.
E, agora, nestes versículos finais do livro, nós temos o registro do momento em que Deus resolveu honrar essas duas grandes heroínas e este grande herói da fé.
De sorte que, podemos afirmar, com base no livro de Rute, que “Deus, honra aqueles que o honram sem motivos interesseiros”.
Em primeiro lugar, Deus honra aqueles que o honram…1. Atendendo aos anseios e suspiros dos seus coraçõesNo livro de Rute não existem orações invocatórias dirigidas diretamente a Deus. Existem desejos e anseios de que o Senhor faça algo por alguém.
Até o final da história todos os desejos e anseios dos personagens são atendidos por Deus.
1.8,9 à Noemi deseja e anseia que o Senhor seja benevolente com Rute e Órfã e lhes conceda um marido, um lar e felicidade.
O livro chega ao seu final mostrando que Rute foi abençoada com um marido, um lar e com um filho.
2.12 à Boaz deseja e anseia que o Senhor retribua/recompense a Rute por sua atitude de cuidar de sua sogra, de deixar seus pais, seu país e vir para morar com um povo desconhecido.
O livro se encerra mostrando que o Senhor retribuiu a Rute muito mais do que o que ela esperava.
4.11,12 à O povo da cidade deseja e anseia diversas bênçãos do Senhor sobre a vida de Rute e sobre Boaz.
Que faça com Rute …como a Raquel e como a Lia, … (estas foram as mães fundadoras da nação de Israel. As duas a partir do nada edificaram a casa de Israel).
- Que seja fértil como elas e tenha muitos filhos afamados.
Resumindo: O povo ali presente desejou que Boaz e Rute fossem prósperos e importantes como os famosos ancestrais Jacó, Raquel, Lia e Perez.
- Os anseios aqui são atendidos; Rute se torna fértil, dá a luz um filho, e esse filho veio a ser importante em Israel.
Portanto irmãos, Deus honrou os seus heróis da fé atendendo todos os desejos e anseios dos seus corações.
Isso nos faz lembrar as palavras do salmista no Salmo 37.4.
“Agrada-te do Senhor e Ele satisfará os desejos do teu coração.”
Mas, em segundo lugar, Deus honra aqueles que o honram…2. Transformando as sentenças obscuras que repousam sobre suas vidasO livro de Rute nos mostra que diversas sentenças obscuras repousavam sobre a vida de Noemi.
- A fome, a escassez de alimento, a pobreza.
- A perda irreversível do marido e dos filhos.
- A viuvez e o desamparo.
- A falta de descendentes e a real possibilidade de ter o nome de sua família extinto em Israel.
- Restava a ela apenas a perspectiva de uma velhice solitária e amargurada.
Todas essas sentenças obscuras repousavam sobre a vida de Noemi. Isso era tão forte no coração que ela propôs uma mudança de nome. O nome na cultura hebraica revelava muito da essência de uma pessoa. A agradável Noemi pediu para ser chamada de Mara, a amargurada.
No entanto, o Deus que honra aqueles que o honram, honrou a sua serva Noemi.
O livro de Rute mostra que…
· O Senhor pôs fim a sua pobreza e escassez de alimento colocando em sua vida o generoso e íntegro, Boaz.
· O Senhor livrou da extinção a sua descendência dando-lhe um descendente de linhagem nobre, filho de Rute com Boaz.
· O Senhor a livrou de uma velhice solitária e amargurada dando-lhe uma nora leal e um neto que seria restaurador de sua vida e consolador de sua velhice. (4.14,15)
· O Senhor transformou a sua escassez em abundância, a sua pobreza em riqueza, o seu desamparo em amparo, a sua amargura em gratidão.
O Senhor transformou as sentenças obscuras que repousavam sobre sua vida.Que sentenças obscuras repousam sobre a sua vida, sobre sua família, sobre o seu casamento, sobre a sua vida financeira, sobre os seus sentimentos e emoções, sobre sua vida espiritual?
Honre a Deus na sua família, no seu casamento, na sua empresa, no seu trabalho, no seu comércio, no seu relacionamento com seus irmãos, na sua vida espiritual. Honre a Deus, porque Ele tem prazer em te honrar transformando as sentenças obscuras que repousam sobre você.
Mas, em terceiro lugar, Deus honra aqueles que o honram…3. Dando-lhes reconhecimento diante dos homensQuando lemos a história de Rute percebemos que ela não tinha a menor pretensão em receber glórias, louvores, honras ou reconhecimentos humanos.
O que fez por sua sogra o fez por amá-la, por devoção. Quando decidiu servir ao Deus de sua sogra, não o fez por interesses pessoais, por motivações egoístas. Quando decidiu servir a Deus o fez por ser Ele Deus, e nada mais.
No entanto, mesmo não tendo pretensões, interesses pessoais, motivações egoístas, o Senhor concedeu-lhe honra e reconhecimento diante dos homens.
Percebemos isso nas palavras de Boaz. (2.11,12; 3.11)
Pelo seu proceder e pelas suas atitudes, e pela sua conduta, Rute recebeu reconhecimento e honra diante da sociedade israelita.
à Percebemos também nas palavras das mulheres de Belém. (4.15)
…, e ela te é melhor do que sete filhos.
Em nossa cultura atual ter “sete filhos” é algo quase inconcebível. Sete filhos indica trabalho, despesas e “dor de cabeça”.
Na cultura israelita, o desejo de todos os casados era ter uma prole masculina numerosa. Ter muitos filhos era preferível a ter filhas. Sendo assim, falar de Rute como sendo mais valiosa para Noemi do que sete filhos era o supremo tributo, o louvor máximo, a mais alta honra.
Sendo assim, percebemos que Deus honrou a sua serva Rute dando-lhe honra diante dos homens.
É preciso que se diga que o Senhor continua fazendo isso hoje; continua honrando os seus servos diante dos homens. Mas ele o faz com aqueles que o servem sem interesses pessoais, sem motivações egoístas, sem almejar fama, sem querer fazer para si mesmo um nome.
Ele o faz com aqueles que o servem por amor, por devoção, por simplesmente ser Ele Deus. Ele o faz com aqueles que o honram sem motivos interesseiros.Para concluir, Deus honra aqueles que o honram…4. Fazendo muito mais além do que imaginam ou ambicionam para suas vidas (4.17-22)O desejo e o anseio de Noemi para sua nora era tão somente que o Senhor lhe concedesse um esposo, um lar e uma família.
Seguramente Rute tinha desejo e anseio semelhante aos de sua sogra. Com certeza ela gostaria de casar-se novamente, ter um lar e constituir uma família. Um desejo natural, comum e normal para uma mulher, especialmente naquela cultura. Ou seja, tanto Noemi quanto Rute desejavam e ambicionavam para suas vidas o comum, o normal, o natural.
No entanto, o livro de Rute revela que o Senhor fez muito mais além do que essas duas heroínas da fé desejavam e ambicionavam para si mesmas. (4.17-22)
O filho de Rute, neto de Noemi, foi nada mais, nada menos, do que Obede o avô de Davi, o maior rei de Israel, o suave salmista, o homem segundo o coração de Deus.
Quando lemos o NT vemos que a honra dada a Noemi e Rute extrapolou a própria existência terrena delas. Ouso dizer que o Senhor fez “homenagens póstumas” às suas duas heroínas.
Escrevendo o seu evangelho para um público predominantemente judaico, Mateus inclui Rute, seu marido Boaz e seu filho Obede, neto de Noemi na linhagem do Messias (Mt 1.1,5).
Noemi e Rute nunca imaginaram, nunca desejaram, nunca ambicionaram, mas o Senhor as colocou na linhagem santa, e as usou como canal para introduzir no mundo o salvador da humanidade.
Deus perpetuou o nome de Rute, fazendo dela a mãe de uma abençoada descendência.
Deus honra aqueles que o honram, sem motivos interesseiros, sem motivações egoístas, sem interesses pessoais.


Conclusão

Portanto, honremos ao Senhor em todo o nosso viver, em toda e qualquer situação, pois Ele é o Deus que honra aqueles que o honram sem motivos interesseiros.
· Atendendo aos anseios e suspiros dos seus corações…
· Transformando as sentenças obscuras que repousam sobre sua vida…
· Dando-lhes reconhecimento diante dos homens.
· Fazendo muito mais além do que imaginam ou ambicionam para suas vidas.