quinta-feira, 14 de junho de 2012

4) A Fé Com Mistura Despertando a Fé Genuína



Ferido e sua esperança demolida. Pouco antes ele havia dito: “Rogo-Te que venhas e imponhas as mãos para que sare e viva” (Mc. 5.23). Agora podemos entender Enquanto o Senhor Jesus atendia a mulher; chega a notícia do falecimento da filha de Jairo. Outros da sua casa que não tinham a fé o aconselham: “Porque ainda incomodas o Mestre? Sua filha morreu; acabou! Ele podia curá-la como curou esta mulher; mas agora ela está morta. Acabou!” Imagino que nesse momento a fé de Jairo tenha  estremecido, seu amor tenha ficado porque Jesus insistiu para que a pessoa curada se apresentasse publicamente. Ela tinha fé, sem dúvida, mas alguns acreditam que havia uma certa mistura de superstição em sua atitude de querer tocar as vestes de Jesus. Foi isso que Jesus lhe disse que ela havia sido curada pela fé e não por ter tocado em Sua veste. De certa forma, Suas palavras “filha, a tua fé te salvou”, foram repetidas a Jairo. Ele pensava que a filha precisava estar viva para ser curada, mas não morta para ser ressuscitada. Agora Jesus lhe diz: “Não temas: crê somente”. O Senhor usou a mulher com sua fé misturada para despertar a fé genuína em Jairo, não para ver sua filha apenas curada, mas ressuscitada.