sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Chegando ao trono da graça em momento oportuno. O mistério da oração


 

Você e eu vivemos em um mundo barulhento. Conseguir a atenção de alguém não é uma tarefa fácil. Essa pessoa deve estar disposta a deixar tudo de lado e ouvir; desligar o rádio, desviar os olhos do monitor, dobrar o canto da página e fechar o livro. É um privilégio quando alguém se dispõe a silenciar todas as coisas à sua volta para nos ouvir com clareza. Um raro privilégio, na verdade.
Você pode falar com DEUS porque o SENHOR o ouve. A sua voz tem importância no céu. Ele o leva muito a sério. Quando você chega à sua presença, todos os seres celestiais desejam ouvir a sua você. Não é preciso ter medo de ser ignorado. Mesmo que você gagueje  ou hesite, mesmo que o que tiver a dizer não impressione a alguém, comoverá a DEUS, e ELE lhe atenderá. O SENHOR ouve o pedido doloroso do idoso no asilo. Ouve a confissão rude de quem está no corredor da morte. Quando o alcoólatra implora por misericórdia, o cônjuge procura orientação, o homem de negócios sai da rua e entra na igreja, DEUS ouve.
Atentamente. Cuidadosamente. As orações são honradas como jóias preciosas... As suas palavras não param até que cheguem ao trono de DEUS.
As suas orações levam DEUS a mudar o mundo. Você pode não entender o mistério da oração. Não precisa compreendê-lo. Mas uma coisa é clara: as ações no céu começam quando alguém ora na terra. Que pensamento maravilhoso!