quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Os Getsêmanis da vida. Uma mensagem para o dia mal

"Em qualquer tempo em que eu temer, confiarei em ti."

Salmos 56:3


 
        Como Jesus suportou o terror da crucificação? Primeiro, foi ao  como os seus medos. Depois, obedeceu ás palavras do Salmo 56:3 "Em qualquer tempo em que eu temer, confiarei em ti."                     
        Faço o mesmo  com os seus medos. Não evite os jardins do Getsêmani da vida. Entre neles. Só não esteja sozinho. E enquanto se encontrar ali,  seja honesto. Esmurrar o chão é permitido. As lágrimas são necessárias. E se suar sangue, saiba que não será o primeiro. Execute o que Jesus fez: abra o seu coração.
      E seja específico. Jesus orou: "Afasta de mim este cálice". Informe a DEUS o número de seu vôo. Diga-lhe a duração do discurso. Compartilhe com o Senhor os detalhes da troca de emprego. O Onipresente possui todo o tempo do mundo. Também tem toda a compaixão  do mundo.
     DEUS não acha que os seus medos são tolos ou bobos. O senhor não irá lhe dizer para "resistir" ou  "endurecer". O Onipresente já esteve onde você se encontra. Ele sabe o que sente agora.
     E Deus sabe o que você precisa. É por isso que pontuamos as nossas orações como Jesus fez: "Se queres..."
DEUS queria? Sim e não. O Senhor não levou a cruz, mas conduziu o medo. Não acalmou a tempestade, mas tranqüilizou o marinheiro.
 

"Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças."(Fp 4:6)
  

   Não meça o tamanho da montanha: fale com o que pode movê-la.Ao invés de carregar o mundo em seus ombros, fale com o que leva o universo em seus braços. A esperança está logo ali.
    Agora responda: para onde você olha agora?

    Quais são os medos específicos com os quais você convive e sobre os quais pode orar hoje a Jesus?