terça-feira, 9 de agosto de 2011

A cura do cego

Mc 10: 46-52

Introdução

A pessoa com deficiência visual naquele tempo sofria muito preconceito e limitações. Mas existe uma cegueira pior, que é a cegueira espiritual – Ap 3.17.

1 – O TEMPO E O LUGAR

Este milagre se fez na última viagem de Jesus a Jerusalém. Para Bartimeu era caso de “agora ou nunca”. O lugar era Jericó. Jesus entrou ali e atravessou a cidade (para tornar a entrar depois e jantar com Zaqueu), mas primeiro curou o homem.
Depois de entrar neste mundo e sair (para mais tarde voltar), Ele tem salvado milhares de cegueira espiritual, abrindo seus olhos para verem.

2 – O QUE SABEMOS DAS PESSOAS.

a) Vemos Jesus preocupado com esta última visita a Jerusalém, e o povo, atônito, em vez de rodeá-lo, recua. Mas mesmo assim, Ele atende prontamente à chamada do necessitado.
b) A multidão, indiferente à necessidade do cego, em nada ajuda.
c) O cego, percebendo a urgência do seu caso; desenganado de outros meios de cura; persuadido que Cristo pode curar seu mal; mostrava-se esforçado, importunado, urgente e crente.

3 – OS IMPEDIMENTOS

Pouco tempo: agora ou nunca.
Uma multidão contrária.
Uma capa que incomodava (cuidado para não dizer que a capa simboliza os pecados, que se devem largar para chegar a Cristo. Uma capa é uma coisa boa e até necessária, mas nesse momento parecia um empecilho. Há coisas muito lícitas na nossa vida, que no momento de chegar na presença de Cristo, precisam ser desprezadas, porque podem nos impedir).
Qual é a coisa ou a pessoa que impede o ouvinte de chegar a Jesus?

4 – A PERGUNTA E A CURA

Considerar o alcance da pergunta de Jesus. Como havíamos nós de responder? Que desejou o homem cego? Qual a mais urgente necessidade do ouvinte?
A cura, imediata, perfeita, permanente. Jesus propõe salvar-nos até o Jim, completamente (Hb 7.25).

5 – E DEPOIS

Teve que mudar de meio de vida. Seguiu a Jesus pelo caminho, glorificando a Deus (Lc 18.43).
Conclusão: Se algum ouvinte ainda não enxerga Cristo perto de si no presente, e felicidade com Deus no porvir, está cego espiritualmente. Que peça a Deus iluminaçã para poder enxergar as verdades do Evangelho.