terça-feira, 9 de agosto de 2011

A cura de um leproso

Marcos 1:40-42

Lição principal: Nós todos somos como uma coisa imunda por sermos pecadores. Necessitamos de uma purificação espiritual, que só se encontra em JESUS.


Introdução

Estudamos aqui um dos milagres de Cristo. Ele não veio ao mundo para curar todos os doentes, embora não recusou a ninguém que procurou cura. Todos os milagres têm uma significação espiritual. Podemos dizer que são parábolas em ação.

1 – O ESTADO DO HOMEM

Estava doente com uma moléstia terrível, que o tornava imundo, incapaz, isolado dos seus semelhantes, infeliz e sem esperança, e um foco de contágio para os outros. Dá-se a mesma coisa com todo aquele que sofre da moléstia do pecado. Mas ele compreendia seu mal, seu perigo, anelava a cura, porém não pensava mais em curar-se. Nem sempre tudo isto se dá com o pecador.

2 – O PROCEDIMENTO DO HOMEM

Dirigiu-se a Jesus (não a qualquer dos santos apóstolos), rogou-lhe, ajoelhou-se, submeteu-se ao Seu poder.
Mas ele tinha uma dúvida, uma desconfiança: duvidava da boa vontade de Jesus. Infelizmente muitos hoje têm a mesma desconfiança. Pensam que a Virgem Maria é mais compassiva. Outro homem em Mc 9.22, duvidava do Seu poder.

3 – A ATITUDE DE JESUS

Jesus se compadeceu profundamente;
Jesus estendeu a mão;
Jesus o quis curar dizendo: fica limpo.
Ainda hoje Jesus é o mesmo. Ele se compadece dos pecadores, estende a mão e quer limpar-nos do pecado.

4 – O RESULTADO
 
Foi uma cura imediata, completa, permanente. Vemos o homem agora com uma nova saúde, um novo dever, um novo conhecimento do poder de Deus e uma nova apreciação do Senhor Jesus. Tudo isto dá-se hoje com o pecador purificado por Cristo.
Aplicação
Os ouvintes sabem que o mal do pecado está prejudicando a sua vida espiritual? Quais são os pecados que os homens cometem com maior frequência? Compreendem a gravidade do seu perigo? Desejam melhoras? Têm-se dirigido a Cristo? Têm provado o Seu poder salvador?