segunda-feira, 24 de junho de 2013

Devemos ou não fazer perguntas a DEUS? Refletindo sobre o Salmo 73

 Salmo 73

[Salmo de Asafe] "Verdadeiramente bom é Deus para com Israel, para com os limpos de coração.
Quanto a mim, os meus pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos.
Pois eu tinha inveja dos néscios, quando via a prosperidade dos ímpios.
Porque não há apertos na sua morte, mas firme está a sua força.
Não se acham em trabalhos como outros homens, nem são afligidos como outros homens.
Por isso a soberba os cerca como um colar; vestem-se de violência como de adorno.
Os olhos deles estão inchados de gordura; eles têm mais do que o coração podia desejar.
São corrompidos e tratam maliciosamente de opressão; falam arrogantemente.
Põem as suas bocas contra os céus, e as suas línguas andam pela terra.
Por isso o povo dele volta aqui, e águas de copo cheio se lhes espremem.
E eles dizem: Como o sabe Deus? Há conhecimento no Altíssimo?
Eis que estes são ímpios, e prosperam no mundo; aumentam em riquezas.
Na verdade que em vão tenho purificado o meu coração; e lavei as minhas mãos na inocência.
Pois todo o dia tenho sido afligido, e castigado cada manhã.
Se eu dissesse: Falarei assim; eis que ofenderia a geração de teus filhos.
Quando pensava em entender isto, foi para mim muito doloroso;
Até que entrei no santuário de Deus; então entendi eu o fim deles.
Certamente tu os puseste em lugares escorregadios; tu os lanças em destruição.
Como caem na desolação, quase num momento! Ficam totalmente consumidos de terrores.
Como um sonho, quando se acorda, assim, ó Senhor, quando acordares, desprezarás a aparência deles.
Assim o meu coração se azedou, e sinto picadas nos meus rins.
Assim me embruteci, e nada sabia; fiquei como um animal perante ti.
Todavia estou de contínuo contigo; tu me sustentaste pela minha mão direita.
Guiar-me-ás com o teu conselho, e depois me receberás na glória.
Quem tenho eu no céu senão a ti? e na terra não há quem eu deseje além de ti.
A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração, e a minha porção para sempre.
Pois eis que os que se alongam de ti, perecerão; tu tens destruído todos aqueles que se desviam de ti.
Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras."


Devemos ou não fazer perguntas a DEUS?



Asafe, um levita, questionou a sabedoria de DEUS; notou  que os pecadores prosperavam e os justos sofriam.

Quando ficamos confusos  com os acontecimentos em nossa vida, devemos nos lembrar de olhar para os fatos a partir da perspectiva de DEUS. O SENHOR aceita as nossas perguntas e dúvidas, quando lhe pedimos as respostas com um coração sincero.

As pessoas têm um conceito errado quanto a maneira de lidar  com os problemas da vida __ pensam que é errado saber o "porquê"__e que um cristão deve simplesmente aceitar as situações e nunca fazer perguntas. Abraão, Moisés e Davi __ todos intercediam e esforçavam-se para entender a DEUS. Mas a vida destes homens nos dão exemplos de uma confiança completa no Senhor, mesmo em meio a tantas perguntas.
Ter dúvidas não é uma transgressão. No entanto, não crer é pecado, mas não há problema em se questionar __ desde que se procure sinceramente a resposta e a aceitação de DEUS, porque na presença do Senhor você pode fazer qualquer pergunta que desejar.
DEUS nunca volta as costas para os que fazem perguntas sinceras. Jamais fez isso no Antigo Testamento, nem no Novo. Então , se você fizer perguntas sinceras a DEUS,  Ele jamais o deixará.
Talvez a razão pela qual DEUS nem sempre nos dá a a resposta para os porquês da nossa existência, é porque sabe que não temos a capacidade de entender a resposta. Quando aprendemos a confiar no Senhor, devemos aceitar que podemos não conhecer a resposta, mas compreendemos o que sabe todas as repostas.


Aprofunde-se sobre o assunto consultando:

 
             A Sabedoria em Eclesiastes 8:17; Isaías 55:6-9;
                    Orientação em Salmos 48:14; Isaías 58:11