sábado, 24 de novembro de 2012

Queda livre



Depois de uns dias de agitação dos seus filhotes e de fazê-los caminhar no ninho espinhento, a mãe entra no ninho, localiza-se atrás deles e bate as asas até que, finalmente, uma das águias sobe até a beirada do ninho.
Entretanto, a águia mãe não fica satisfeita. Com o bater das suas asas, ela, deliberadamente, empurra o primeiro filhote até a beirada, para fora. E lá se vai a pequenina águia em queda livre!
Talvez você pense: "Irmão, esse filhote sou eu! Eu me sinto como se acabasse de ser empurrado para fora da minha vida confortável, e estivesse em queda livre. E daí, o que tenho de fazer?
"Você tem de fazer o que viu outros cristãos fazerem- usar as suas asas da fé e crer em Deus!
O Pai celestial não o deixará cair Pobre águia! A única coisa que ela sabe fazer é o que viu mamãe e papai fazerem com aquelas suas asas enormes todas as vezes que voavam para o ninho. Assim, a aguiazinha começa a bater as asas - mas não adianta muito. Então, antes de quase baterem no chão, a mamãe ou o papai se arremetem bem por baixo dela e, gentilmente, seguram-na em suas grandes asas, de volta para o ninho.
Eu gosto disso. Você pode estar no seu limite, provavelmente, olhando para baixo em uma situação que lhe parece impossível. Ou quem sabe, solto no ar, experimentando suas asas da fé pela primeira vez. Parece como se você estivesse a ponto de bater no fundo de uma rocha e então estará tudo terminado. No entanto, amigo, o Pai celestial não o deixará cair (Ex 19.4)!