sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

04 - O Serviço de Louvar a DEUS

Com muito entusiasmo a minha alma louvou a ma­jestade de Deus! As tristezas pelas quais passei e o pesar que senti durante a revelação do inferno agora pareciam muito distantes. Esta agora era a revelação do céu.

Pude ver famílias inteiras reunidas. Todos estavam felizes, indo a algum lugar, fazendo alguma coisa, sorrin­do. Um brilho adornava a face de todos eles.

Todos os santos no céu pareciam estar ocupados, fa­zendo alguma coisa. Tinham uma permanente ocupação. Passavam o tempo louvando e glorificando a Deus.Cânticos estavam em todos os lábios. A atmosfera musi­cal era a que predominava.

A eternidade não será usufruída em lazer nem em ociosidade, como muitos erradamente pensam a respeito do nosso destino final. Haverá muito mais coisas a fazer do que flutuar numa nuvem, ou dedilhar uma harpa, ou agitar os pés no Rio da Vida. Nosso tempo será tomado pelo serviço prestado a Deus. Exatamente qual será a natureza desse serviço, não podemos saber, mas não há dúvida alguma de que o povo de Deus vai servi-lo.