sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

09 - DEUS ABRE O LIVRO



Imediatamente fomos transportados para um imen­so lugar com milhares e milhares de pessoas e seres celestiais. Oh, que coisa linda!

Em pouco tempo as pessoas pareciam desvanecer, e então uma manifestação ainda maior da glória de Deus começou a aparecer em toda a parte. Os altos louvores a Deus tornaram-se tempestuosos.

O anjo mensageiro levou-me ao trono de Deus.
Vi então uma grande nuvem, uma névoa, e vi uma imagem do Ser na nuvem. Não dava para ver a face de Deus, mas eu vi a sua glória e um arco-íris sobre o trono. Ouvi a voz de Deus, ela soava para mim, como João des­creveu: "Ouvi uma voz do céu como voz de muitas águas, como voz de grande trovão" (Apocalipse 14:2). Nessa po­derosa arena eu vi muitos cavalos com seus cavaleiros ao lado do trono.

De repente, vi um livro sobre o grande altar em frente ao trono de Deus. Vi os anjos curvando-se diante dele.

 Com grande temor, observei aquela cena, e vi quan­do o que parecia ser mãos humanas saiu das nuvens e abriu o livro.

De alguma forma eu sabia que eram as mãos de Deus, que abriam aquele livro.

Deslumbrada, vi como que uma fumaça saindo do livro. Em pouco tempo o mais agradável aroma de perfu­me, jamais sentido por mim antes, encheu toda a área em que eu estava. O anjo disse-me que aquele livro continha as orações dos santos e que Deus estava enviando os seus anjos para responder as orações do coração dos santos. Todos estavam louvando e glorificando a Deus.

Quando Deus abriu o livro, páginas e mais páginas desprenderam-se do livro e voaram para as mãos dos an­jos nos cavalos. Eu pude ouvir a voz de Deus, "como voz de grande trovão" gritando e dizendo:

— Podem ir! Respondam as orações! Podem ir! Res­pondam as orações!

"Contaste os meus passos quando sofri persegui­ções; recolheste as minhas lágrimas no teu odre; não estão elas inscritas no teu livro? No dia em que eu te invocar, baterão em retirada os meus inimigos; bem sei isto: que Deus é por mim. Em Deus, cuja palavra eu louvo, no Senhor, cuja pa­lavra eu louvo, neste Deus ponho a minha confi­ança e nada temerei. Que me pode fazer o homem?"

(Salmo 56:8-11)

A Palavra viva de Deus explica-nos o que ele faz com as nossas lágrimas. Como é belo poder entender a glória e a maravilha do nosso Deus! Como é maravilhoso ser agra­ciado pela sua compaixão! Ele se importa até mesmo com as nossas lágrimas!

Muitas passagens falam de nossas lágrimas, de nossas tristezas, e de como Deus nos consola. Leia-as e alegre-se:


"Volta e dize a Ezequias, príncipe do meu povo: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, teu pai: 'Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te curarei'."

(2 Reis 20:5)

"Estou cansado de tanto gemer; todas as noi­tes faço nadar o meu leito, de minhas lágri­mas o alago. Meus olhos, de mágoa, se acham amortecidos, envelhecem por causa de todos os meus adversários. Apartai-vos de mim, to­dos os que praticais a iniqüidade, porque o Senhor ouviu a voz do meu lamento; o Senhor ouviu a minha súplica; o Senhor acolhe a minha oração.

(Salmo 6:6-9)

"Pois livraste da morte a minha alma, das lá­grimas, os meus olhos, da queda, os meus pés."

(Salmo 116:8)

"Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifa­rão. Quem sai andando e chorando, enquanto se­meia, voltará com júbilo, trazendo os seus feixes."

(Salmo 126:5-6)

"Tragará a morte para sempre, e, assim, enxu­gará o Senhor Deus as lágrimas de todos os rostos."

(Isaías 25:8)

"Assim diz o Senhor: Reprime a tua voz de cho­ro e as lágrimas de teus olhos;porque há recom­pensa para as tuas obras, diz o Senhor, pois os teus filhos voltarão da terra do inimigo."

(Jeremias 31:16)

"O Cordeiro que se encontra no meio do trono os apascentará e os guiará para as fontes da água da vida. E Deus lhes enxugará dos olhos toda lágrima."

(Apocalipse 7:17)

"E lhes enxugará dos olhos toda lágrima, e a morte já não existirá, já não haverá luto, nem pranto, nem dor, porque as primeiras coisas pas­saram."

(Apocalipse 21:4)

"Os resgatados do Senhor voltarão e virão a Sião com cânticos de júbilo; alegria eterna coroará a sua cabeça; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido."

(Isaías 35:10)

Glória a Deus, o céu é um lugar real! E é para lá que de fato nós estamos indo. Não vamos ser como vapores de fumaça flutuando sobre nuvens, quando formos para o céu.

Uma coisa maravilhosa sobre o céu é que nossas lá­grimas e tristezas serão substituídas por alegria eterna, como promete a Palavra de Deus.

Mas, ainda há muito mais!