domingo, 23 de dezembro de 2012

66 - Visões de Anjos Trabalhando




Neste capítulo vou contar-lhe as visões que tive de anjos trabalhando. Quero que você entenda algumas das belas coisas que Deus me mostrou. Quero dar-lhe um pouco de alegria e de regozijo quando você souber o que espera por você, que está trabalhando para o Senhor.

Deus é maravilhoso ao revelar, "o seu segredo aos seus servos, os profetas" (Amos 3:7). O seu desejo é mos­trar essas coisas para aqueles que serão tocados por suas revelações e que proclamarão a sua mensagem.

"Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Reden­tor, o Senhor dos Exércitos: 'Eu sou o primeiro e eu sou o último, e além de mim não há Deus. Quem há, como eu, feito predições desde que estabeleci o mais antigo povo? Que o declare e o exponha perante mim! Que esse anuncie as coisas futuras, as coisas que hão de vir! Não vos assombreis, nem temais; acaso, desde aquele tempo não vo-lo fiz ouvir, não vo-lo anunciei? Vós sois as minhas testemunhas. Há outro Deus além de mim? Não, não há ou­tra Rocha que eu conheça'."

(Isaías 44:6-8)

"O Senhor me respondeu e disse: Escreve a vi­são, grava-a sobre tábuas, para que a possa ler até quem passa correndo"

(Habacuque 2:2)

Há muitos exemplos nas Escrituras sobre Deus que­rer revelar coisas para nós através dos representantes que ele mesmo constituiu. A Palavra de Deus é verdadeira e segura. De acordo com a Bíblia, Daniel teve visões vindas do Senhor:

"...teve Daniel um sonho e visões ante seus olhos, quando estava no seu leito; escreveu logo o sonho e relatou a suma de todas as coisas."

(Daniel 7:1)

João, que recebeu a revelação do Apocalipse, tam­bém teve visões do Senhor, e ele recebeu ordens para que escrevesse:

"O que vês escreve em livro" (Apocalipse 1:11).

Isaías foi um grande profeta com uma mensagem crucial para Judá e também por causa de suas visões e pela sua coragem para falar. O seu livro começa assim:

"Visão de Isaías, filho de Amoz, que ele teve a respeito de Judá e Jerusalém." (Isaías 1:1)

Também Ezequiel, por causa das visões que teve de Deus (Ezequiel 1:1), foi chamado e ungido para um mi­nistério profético.

Deus, em sua infinita misericórdia, achou por bem escolher-me e mostrar-me visões dele mesmo. Louvo a Deus por isso. Quando estou em oração e em meditação, buscando a Deus em certos assuntos, me é permitido ver mistérios através do Espírito. Ele revela certas coisas para mim.

O meu chamado em Deus é para ter sonhos, visões e revelações, e para os compartilhar com outras pessoas. Como serva ungida do Senhor, estou simplesmente escre­vendo as coisas que ele me mostrou. Creio ser este o meu ministério.