terça-feira, 11 de dezembro de 2012

VIGIAI




Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie 

outro evangelho além do que já 


vos tenho anunciado, seja anátema. 


Gálatas 1:8

Caros irmãos em Cristo Jesus, esse texto nos esclarece e 


muito o que vem a ser o Evangelho 

de Cristo, o Evangelho já está estabelecido através da 

Palavra, a Palavra de Deus, contida na


 Bíblia Sagrada com a sua inerrância é o norte da igreja, 

quando falo em igreja, não falo de 

templo mas sim de nós, que somos templo do Espírito Santo. 

Paulo deixa claro que ainda que 

viesse um anjo do céu apresentando ou anunciando outro 

evangelho que seja anátema, ou 

seja amaldiçoado e infelizmente é espantoso como nós, a 

noiva do Cordeiro Santo, estamos nos desviando da verdade 

contida nas Sagradas Escrituras por experiências que 


vivemos.

Paulo diz através desse texto que ainda que fossemos 

apresentado a outro evangelho, que 

ainda que nossas experiências nos levassem a tender pra uma 

outra forma de evangelho, nós devíamos nos apegar no 

Evangelho verdadeiro que nos foi apresentado, e Paulo tinha 

autoridade pra admoestar dessa forma e hoje baseando-me 

na Palavra da Verdade contida na Bíblia eu quero vos chamar 

a viver o Evangelho Genuíno, não um evangelho de vitórias 

materiais, prosperidade ou crer num deus-papai-noel que 

nos dá tudo aquilo que queremos, se assim fosse o mundo 

seria pior do que já é, se Deus realizasse cada desejo meu e 

seu, o mundo seria um reflexo do nosso egoísmo. Mas Deus 

em grande sabedoria já nos deixou o Evangelho a ser seguido 

que é crer num carpinteiro que aparentemente padeceu 

numa cruz de madeira, mas que ressuscitou no terceiro dia,

subiu aos céus e o sangue por Ele derramado na cruz do 

calvário te livrou do pecado e da justiça divina, esse sacrifício 

vicário, fez com que a GRAÇA te alcançasse. Ou seja, crer no 

Evangelho é crer em paradoxos.

Primeiro-Paradoxo: Crer num Deus que foi carpinteiro e 

morreu numa cruz de madeira.


Segundo-Paradoxo: Crer num Deus que aparentemente 

morreu.

Terceiro-Paradoxo: Crer num Deus que vai te salvar, não 


por seus méritos, mas por 

intermédio dEle próprio, num sacrifício dEle próprio porque 

sendo Ele justo, ele é BOM e rico 


em misericórdia.


Quarto-Paradoxo: Crer num Deus, que sendo Rei dos 



Judeus, andou e compartilhou tudo 

com pobres e negou a nobreza que lhe era de direito. 

Quinto-Paradoxo: Crer num Deus, que mesmo sendo Rei, 

a única coroa que aceitou de seu povo, sua plebe, foi a coroa 

de espinhos.

E como viver esse Evangelho? Paulo responde:


"Sede meus imitadores, como também eu de Cristo." 1 

Corintios 11:1


Sem esperar aplausos de um povo que não aceitou nem o seu 

Deus e sem esperar trono de 

um povo que não colocou no trono nem o seu Rei, mas siga 

esse conselho:

E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos.
 

E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos 

esfriará.


Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo. 


Mateus 24:11-13





Enviado por Raphael Lima