sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

13- O GLORIOSO TRONO DE DEUS



(imagem numa maior resolução http://3.bp.blogspot.com/-lOlnqtlQHW8/TvfyBMvN1CI/AAAAAAAACp8/slEa5djFgvk/s1600/throne.jpg)

O trono de Deus era ''alto e sublime" (Isaías 6:1). Sa­indo debaixo dele, fluía o Rio da Vida com toda a sua beleza e pureza. A glória de Deus ofuscava todo o trono. Dele saí­am como que trovões e relâmpagos, e havia vozes em volta dele. João, na descrição da visão que teve do céu disse:

"Do trono saem relâmpagos, vozes e trovões, e, diante do trono, ardem sete tochas de fogo, que são os sete Espíritos de Deus."

(Apocalipse 4:5)

Eu vi um arco-íris sobre o trono e em volta do mes­mo, "semelhante no aspecto a esmeralda" (Apocalipse 4:3). O brilho e a gloriosa coloração do arco misturavam-se com luz, produzindo uma deslumbrante intensidade de cores.

Era diferente de tudo o que eu já tinha visto na ter­ra. A luz em múltiplas cores, cujos raios provinham do trono, significava poder e glória. Havia um esplendor que brilhava no trono. Raios gloriosos emanavam dele. Mui­tas coisas no céu são como se fossem transparentes, e os raios espetaculares que saem do trono são luzes que se refletem em toda a parte no paraíso!

Não sei quanto tempo fiquei naquele cenário celestial, mas fui tomada pelo temor. Fiquei pensando nos milhares que já estavam lá no céu e nos muitos milhares que ainda para lá irão. Pensei na santidade de Deus, na pureza da sua majestade e na perfeição da sua palavra. Então clamei em voz alta:

— Oh, Deus! Quão maravilhoso é contemplar a tua glória, a tua majestade e o teu poder!

Como das vezes anteriores, o anjo do Senhor me disse:

— Venha comigo, há muitas outras coisas no céu que quero mostrar a você.