sábado, 22 de dezembro de 2012

25 - DIANTE DO TRONO




Foi-me dada a permissão de novamente ir diante do trono de Deus e testemunhar uma cena excitante e inspiradora. Ouvi o som das trombetas quando me achei diante do trono de Deus. Não tenho palavras para descre­ver adequadamente a emoção e o temor que senti.

Doze anjos estavam ministrando diante do trono, com vestes adornadas de maneira tal que não dá para descre­ver. O melhor que posso fazer é dizer-lhe que havia jóias encravadas no peitoral de suas vestes. Na parte superior da cabeça eles tinham um certo material celestial de co­res gloriosas. A orla de seus longos mantos era feita toda de ouro.

O ressoar das trombetas anunciou a chegada dos san­tos, que vinham, um a um, até a presença de Deus. Um incalculável número de santos, de anjos, e de seres celestiais compunha a imensa multidão. Todos eles glorificavam a Deus.