sábado, 22 de dezembro de 2012

30 - CURAS NO CÉU



A necessidade de cura é assustadora.
A doença é uma deturpação da vontade de Deus. Ela é um elemento estranho na economia de Deus. Não se origina de Deus e não provém do céu. O pecado origina-se de uma fonte maligna e não de uma fonte boa.

Quando chegarmos no céu, todas as doenças, enfer­midades e sofrimentos terão terminado para sempre. Pau­lo escreveu sobre a redenção final do nosso corpo:

"Porque para mim tenho por certo que os sofri­mentos do tempo presente não podem ser com­parados com a glória a ser revelada em nós. A ardente expectativa da criação aguarda a reve­lação dos filhos de Deus"

(Romanos 8:18-19)

O pior sofrimento físico possível nesta vida não dá para se comparar com a maravilhosa e extraordinária glória que será a vida futura. No céu, com um corpo per­feito, nós descansaremos em Cristo sem nenhuma dor fí­sica ou aflição. Ainda, Deus também quer que sejamos curados agora.

Um dos nomes de Deus na Bíblia é Jehovah Rapha, que significa "o Senhor é o que cura." Ele fez uma aliança de cura com o seu povo. Ele prometeu a Israel:

"Se ouvires atento a voz do Senhor, teu Deus, e fizeres o que é reto diante dos seus olhos, e deres ouvido aos seus mandamentos, e guardares to­dos os seus estatutos, nenhuma enfermidade virá sobre ti, das que enviei sobre os egípcios; pois eu sou o Senhor, que te sara."

(Êxodo 15:26)

Embora as doenças sejam parte da maldição do pe­cado, Jesus levou dos crentes toda maldição, por meio da sua expiação pelo pecado. As feridas e pisaduras que Cristo sofreu pagaram o preço do pecado. Ele tornou-se nosso Salvador. Contudo, o seu sofrimento foi mais abrangente do que apenas pagar o preço pelo pecado; a sua dor o credenciou e o autenticou como sendo aquele que nos cura!

"Mas ele foi traspassado pelas nossas transgres­sões e moído pelas nossas iniqüidades; o casti­go que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados."

(Isaías 53:5)

"Cristo sofreu em nosso lugar... carregando ele mesmo em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça; por suas chagas, fostes sarados."

(1 Pedro 2:21, 24)