domingo, 23 de dezembro de 2012

63 - OS ALTARES DE HOJE




Quando prego em cultos por todo este país, penso nos altares de Deus. Quando vamos à frente numa igreja e derramamos o nosso coração diante de Deus, não estamos nos envergonhando perante Deus. Um altar consagrado é um lugar em que podemos ficar na presença de Deus, onde podemos invocá-lo e confessar os nossos pecados, pedindo que ele nos perdoe.

Muitos de nós sentimos o temor da sua presença ali! Podemos saber que ele responde as nossas orações. Às vezes podemos até sentir os seus braços em volta de nós. Há algo maravilhoso com respeito aos altares — os velhos altares de Deus — nas igrejas. Ali você pode ajoelhar-se e adorar o Senhor.

Você pode louvar a Deus em sua casa, também. Você pode louvá-lo em seu carro. Você pode louvá-lo em qual­quer lugar. Entretanto quero dizer-lhe uma coisa: o altar é um lugar próprio para ter um encontro com Deus e para ter comunhão íntima com ele.

Quando no Antigo Testamento os profetas fizeram altares para Deus, eles clamaram e se arrependeram di­ante de Deus pelos pecados do povo e também pelos seus próprios pecados. Diante do altar eles se arrependeram e ofereceram sacrifícios de sangue em favor do povo, e Deus aceitou os seus sacrifícios.

Depois que Cristo fez o sacrifício final pelos nos­sos pecados através do seu sangue, que foi derramado, nós não precisamos mais oferecer sacrifícios. Entretan­to, ainda precisamos nos arrepender quando temos a convicção de pecado, e o melhor lugar para isso é num altar. Quando vemos um altar dedicado a Deus numa igreja, devemos ajoelhar-nos e orar ali a Deus, sempre que possível.Significa muito ter um altar, que é apenas um lugar consagrado para ele, sem nenhuma figura, sem nenhuma imagem. Necessitamos ter um lugar em nossa casa, para podermos falar com Deus e termos um espaço especial­mente reservado para estarmos com ele.

Quando eu prego eu sempre digo às pessoas: "Não se envergonhe de vir ao altar. Aqui Deus se encontrará com você."

Sim, Deus pode encontrar-se com você no lugar em que você está sentado. Entretanto, há algo mais signifi­cativo num lugar santificado e freqüentemente usado no seu relacionamento com Deus, em que você possa humi­lhar-se, erguendo as mãos, e dizendo: "Deus, aqui estou. Toma-me e usa-me para a tua glória."